É fácil emagrecer!

Muitas mulheres que ouvem a frase acima acham que isso é mentira. Elas dizem: “Se fosse verdade não existiria tanta gente lutando com a balança.” 

E se eu te disser que é possível fazer da boa alimentação um hábito para emagrecer e se manter magra, sem deixar de comer o que gosta apenas aprendendo a reprogramar a sua mente? Depois que você aprende como fazer, pra você, isto nunca sairá de moda e o melhor: Você faz a sua tendência.

Mas por que comer saudável parece natural para algumas mulheres?

Já reparou que escolher se alimentar de forma saudável parece muito natural para algumas mulheres enquanto para outras parece uma obrigação chata de se fazer? 

Neste momento você pode achar que eu vou dizer: “É porque elas ainda não conhecem a Boali“. Embora isto faça sentido, a resposta não é essa. 

Nós somos seres de hábitos e emoções. E os nossos hábitos são formados ao longo da vida através de repetição e sem que a gente perceba. O que nos ajuda a instalar um hábito e a perpetuá-lo, são as figuras de autoridade como por exemplo, nossos pais. 

Mas infelizmente, muitos pais ensinam para seus filhos uma forma de recompensa e de punição que tem base na comida. E o problema é que isso se repete tantas vezes que fica registrado de alguma forma na nossa mente. E depois que chegamos à idade adulta, não sabemos o porque detestamos fazer dieta.

“Se comer tudo vai ganhar sobremesa” e ainda  “Se tirar boas notas na escola vamos te levar naquele fast food”. Eu não sei você, mas eu ouvia isso direto da minha mãe. 

Você já tinha reparado como a comida calórica é atribuída como recompensa positiva por algo que os pais gostariam que fosse feito?

Agora veja este outro exemplo: “Tem que comer frutas, legumes e verdura senão vai ficar de castigo.”

Pronto! Agora a comida saudável acabou de ganhar o poder de colocar a criança de castigo. Comer saudável virou obrigação.

Que tipo de associação você acha que a criança vai fazer com a comida saudável, se pra qualquer um de nós, é melhor ganhar alguma coisa gostosa do que ficar de castigo?

Por isso, se você ainda acha que tem que sofrer pra emagrecer comendo saudável, eu tenho boas notícias. Isto é apenas a sua forma de pensar e a sua mentalidade que foi ensinada pra você. E a partir de hoje você poderá aprender coisas novas e passar a acreditar em novas crenças. 

Acha impossível? 

Vou te mostrar que é possível sim fazer estes ajustes com as ferramentas corretas: 

Por exemplo, quero que pense em uma palavra: Casamento. Agora quero que pense o que você achava do casamento quando tinha dez anos. Depois disso quero que pense sobre qual era a sua opinião sobre casamento quando você tinha 15 anos. E quando chegou aos 20? E aos 30? E aos 40?

Bom, tudo o que você pensou era uma verdade absoluta pra você naquele momento da vida. Mas percebe como a gente pode mudar nossas convicções ao longo do tempo?

E como fazer boas escolhas sem sofrer com isso? 

Para muita gente, escolher dói.

Isto acontece por causa da sensação de perda. Isto é, quando escolhemos a pílula azul, temos que deixar a vermelha para trás. Mas quem te disse que é uma perda?

Por exemplo, quando você tem muita certeza de algo na sua escolha porque a sensação de perda some?

Porque depois que você aprende as ferramentas de reprogramação da mente para ter escolhas coerentes com a sua meta, depois que você aprende a parar de se sabotar, fica fácil trocar um fast food por uma boa alimentação. 

E aí, a escolha não é porque você está de dieta. É porque você escolhe! Simples assim. 

Depois de sofrer 15 anos com compulsão alimentar e efeito sanfona eu consegui emagrecer 40 quilos em apenas 11 meses, por isso eu acredito que toda mulher pode ter e manter o corpo que quiser.

Hoje eu ajudo as minhas alunas com ferramentas específicas para esta reprogramação mental e é por isso que elas criaram a hashtag #éfácilemagrecer.

Você conhece a sensação de ter vontade de comer saudável? Eu e minhas alunas já. Mas pra quem luta com a balança parece ilusão ouvir alguém dizendo que tem vontade de comer de forma saudável. 

Porque elas acham que tem que passar fome ou sofrer para emagrecer, o que não é verdade. 

Eu entendo quem fala isso. Eu também pensei assim todos os dias durante os 15 anos que sofri de compulsão alimentar. Até eu conseguir entender como e porque eu pensava daquela forma. 

Por exemplo, quando olhamos para o cardápio da Boali com risotos, crepes, wraps, burritos, bowls e saladas vai parecer clichê dizer que é fácil emagrecer. Primeiro porque a comida é bonita (sim, nós comemos com os olhos) e além disso é comida que tem muito sabor. Além disso, há um propósito por trás da marca da Boali que talvez você não conheça.

Eles acreditam que a alimentação saudável está se transformando em uma nova cultura e que as pessoas estão buscando, cada vez mais, se alimentar de produtos menos processados e dos quais se conhece a procedência.

É comida de verdade e com sabor 🥰

Devo confessar que é uma abordagem completamente diferente do que eu e muitas de nós aprendemos no passado de que tínhamos que sofrer para comer saudável ou que era caro. Além disso, estas são duas grandes mentiras que caem por terra depois que aprendemos a reprogramar a nossa mente. 

“Ahh Flavia, então você só come saladas?” Não. 

Primeiro, se você olhar o cardápio da Boali você vai ver mais coisas além de saladas. Além disso, eu também como hambúrguer, churrasco, pizza, doces (eu adoro doce de leite), etc. O ponto aqui é a escolha. 

Hoje eu escolho o que comer e quando comer. Diferente de quando eu lutava com a compulsão que eu dava poder pro alimento e vivia dizendo “eu não resisto”.

Portanto, se você não consegue fazer boas escolhas hoje na sua alimentação, fique tranquila porque a culpa não é sua. É apenas porque você acredita em algo que pode ser reprogramado.

Ao longo dos anos, a vida corrida e a busca por conveniência nos levou a comer mais abrindo embalagens do que descascando alimentos. 

Antigamente o trabalho era no campo. Antigamente nossos pais tinham que levantar do sofá se quisessem trocar o canal da TV. Mas hoje muita gente trabalha sentada e temos controle remoto pra tudo. Até o ato de comer está a um toque de celular. Basta abrir o aplicativo do delivery que a comida chega pra nós.

E não adianta lutar contra isso, cada vez mais teremos mais conveniência nas nossas vidas.  

Então: Ou você aprende a reprogramar a mente pra fazer boas escolhas ou vai ficar se sabotando sem perceber.

Mas como fazer boas escolhas para emagrecer? 

O caminho é aprender a reprogramar a sua mente para parar de se sabotar. Se você quer emagrecer e luta com a balança eu sei o que você sente e o que sofre na luta com o peso. 

Eu cheguei aos 104 quilos tentando emagrecer do jeito errado.

Eu vivia pensando e falando coisas do tipo: “Por que todo mundo come e só eu engordo?” e “É difícil comer saudável”. E quanto mais eu falava isso, mais difícil ficava mesmo. 

Por exemplo, eu nunca vi uma compulsiva alimentar ansiosa por comer um balde de salada falando coisas do tipo: “Tranca a porta da cozinha porque corro o risco de acordar de madrugada pra comer brócolis”. Sempre que eu comia escondida eu ia atrás de comidas calóricas e com muita gordura. 

Como eu disse novamente tudo é a respeito das nossas escolhas. Além disso, há outra vantagem de ter empresas como a Boali preocupadas em nos ajudar com uma boa alimentação.

Você sabia que desde 2007 o time da Boali pensa e trabalha para levar  uma alimentação saudável com o propósito de “Transformar Hábitos e fazer o bem por meio da comida”. É um cardápio leve, saudável e acima de tudo democrático!

Alguns vão dizer que é democrático por causa do preço. Eu concordo porque diferente do que muita gente pensa, é mais barato comer saudável do que comer fast food e aquele monte de tranqueira que eu comia quando tinha 104Kg.

Além disso eu também acho democrático por conta do equilíbrio e de que todos os pratos combinam com as minhas escolhas de quem perdeu 40Kg. 

Eles acreditam que a #boalimentação deve ser um direito de todos.

Eu compartilho deste valor e é por isso que ajudo mulheres a reprogramarem sua mente para emagrecer e se manter magras usando ferramentas de Coaching, Programação Neurolinguística e Hipnose pra isso. 

Porque o problema do emagrecimento nunca foi a comida, mas sim as nossas escolhas. 

Conclusão 

“… não há nada bom nem mau; o pensamento é que o faz assim.” Shakespeare

Portanto, tome conta dos seus pensamentos e da sua mentalidade porque o seu corpo faz o que a sua mente comanda. Para aprender a se alimentar de forma saudável basta seguir um plano alimentar de uma nutricionista. 

Mas para gostar de fazer isso alinhando este plano com os seus objetivos, é necessário aprender a reprogramar a sua mentalidade.

Um beijo 😘

Flavia Monzano 

P.S.: Se quiser saber mais sobre o meu método de emagrecimento acesse o meu site

Foto: reprodução

2 Responses
  1. Eliene Oliveira

    Que materia gostosa de ler esclarecedora, obrigada por compartilhar seu conhecimento e experiência.
    Conheci a Boali através da Flavia e realmente me apaixonei, a ansiedade pelo fim de semana para comer carne, lasanha foi trocada por comer Boali 😋

  2. Ivana Tavares

    Aprendi a descomplicar a minha mente com a @flaviamonzano e hj amo todo o cardápio da @Boali! Opção nutritiva, de qualidade e muito sabor

Deixe um comentário